terça-feira, 22 de março de 2016

AS PONTUAÇÕES DOS VINHOS



Os sistemas de pontuação surgiram nos anos 50 na Universidade da Califórnia, no Departamento de Viticultura e Enologia. Uma tabela com escala de 50 a 100 pontos foi criada para auxiliar na avaliação dos vinhos experimentais, identificando defeitos e qualidades.
Com o passar do tempo, o vinho foi ganhando mídia, as opções de rótulos, estilos e regiões produtoras foram crescendo e dificultando a decisão de escolha dos consumidores.
Foi neste contexto que Robert Parker (Sigla – RP / Origem – EUA) se tornou pioneiro na avaliação crítica de vinhos (O maior crítico no mundo do vinho abandonou a profissão de advogado quando descobriu que possuía uma capacidade apurada para degustar vinhos e lembrar-se de todos eles no futuro). Criando seu próprio método de avaliação, baseado no sistema de 50 a 100 pontos da Universidade da Califórnia, Parker começou a escrever sobre os vinhos que degustava, pontuando-os e relatando suas particularidades. Suas avaliações são publicas.

De lá para cá surgiram outros críticos e sistemas de avaliação que fizeram com que os vinhos pontuados ganhassem cada vez mais espaço:

DECANTER (DEC / Reino Unido)
Decanter Magazine é uma revista inglesa que possui tiragem mensal e atribui de 1 a 5 estrelas aos vinhos. Anualmente a revista também promove o concurso Decanter World Wine Awards, onde são creditadas medalhas aos vinhos.

DESCORCHADOS (DS / Chile)
As degustações são realizadas às cegas, atribuindo aos rótulos até 100 pontos. À frente está o chileno Patricio Tapia, um jornalista e também enólogo que adora descobrir vinhos diferentes.

STEPHEN TANZER (ST / EUA)
Editor e crítico do aclamado International Wine Cellar, Tanzer é visado como o sucessor de Robert Parker, utilizando o mesmo sistema de pontuação, até 100 pontos.

WINE ENTHUSIAST (WE / EUA)
Com tiragem mensal, a Wine Enthusiast é considerada a terceira maior publicação dos EUA.

WINE SPECTATOR (WS / EUA)
Uma das publicações mais famosas e conceituadas no mundo do vinho, a Wine Spectator anualmente publica o famoso TOP 100, uma seleção de vinhos pontuados ou não, mas com preços e disponibilidade acessível.

WINE & SPIRITS (W&S / Reino Unido)
Com publicações mensais, a inglesa Wine & Spirits realiza degustações às cegas, com um grupo de especialistas. A avaliação credita aos vinhos até 100 pontos.

GAMBERO ROSSO (GR / Itália)
 É considerado um dos mais completos e conceituados trabalhos sobre vinhos no mundo. Seu sistema de pontuação atribui de 0 a 3 Bicchieri (taças) e os produtores que obtiverem por 10 vezes Tre Bicchieri (3 taças) são contemplados com uma Stella (estrela).

ENTENDENDO AS ESCALAS DE PONTUAÇÃO DE VINHOS
Basicamente os pontos significam:
95 – 100: Clássico, um grande vinho
90 – 94: Excelente, um vinho de estilo
85 – 89: Muito bom, um vinho com qualidades especiais
80 – 84: Bom, um vinho bem feito
75 – 79: Ruim, um vinho que pode ter pequenas falhas
10 – 74: Não recomendado

A inglesa Jancis Robinson, no entanto, prefere a escala de 20 pontos, que atribui 20 pontos a um vinho excelente e 12 pontos um vinho deficiente ou desequilibrado (dentre outras variações).

Por fim, um modo mais prático e simples: O app para celular VIVINO utiliza escala de 1 a 5 estrelas e é ótima para a troca de ideias entre pessoas, que como eu e você, não somos profundos conhecedores de vinho:
5 estrelas: um clássico
4 estrelas: excelente
3 estrelas: bom para o dia a dia
2 estrelas: para beber casualmente
1 estrela: bastante comum

Agora, entrando mais no mundo dos enófilos (que é o meu caso) do que no mundo dos enólogos, gosto é algo muito pessoal. Ou a gente gosta ou não gosta do vinho. E ponto.
Só experimentando teremos certeza se compraríamos um rótulo novamente ou não.
E vamos evoluindo nosso conhecimento sobre vinhos ao ler críticas e entendendo essas pontuações (além de degustar, claro!).


Fontes: www.sommelierwine.com.br e www.bebiesse.com.br

2 comentários:

  1. Muito interessante as pontuaçoes de vinho. Fiquei bastante curiosa pra conhecer mais, experimentar e fazer minhas próprias críticas, rs.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir