sexta-feira, 8 de abril de 2016

E POR FALAR EM ROLHAS...

Você sabe o que é TAXA DE ROLHA?




A TAXA DE ROLHA é o preço cobrado pelos estabelecimentos (bares, restaurantes...) para que você possa levar a sua própria bebida.
A maioria dos apreciadores de vinhos possui um bom acervo em casa comprados em supermercados, adegas ou vinícolas e, diga-se de passagem, por um preço bem mais baixo do que um restaurante pode oferecer (alguns restaurantes cobram até 3 vezes mais que um supermercado).
Mas, nem sempre a ocasião é propícia pra isso. 
É importante pesquisar as informações antes e assim juntar o útil ao agradável quando o restaurante que serve aquela bruschetta maravilhosa recebe de braços abertos o seu Carmenére comprado na sua última viagem.



Segundo o CDC (Código de Defesa do Consumidor), essa prática é permitida mas não é obrigatória, portanto existem espaços que não cobram taxa de rolha (seu vinho é sempre bem vindo, oba!) mas também é preciso ficar atento tanto aos preços abusivos (que é a forma do restaurante dizer que seu vinho não é bem vindo!) quanto à política de permissão do estabelecimento (datas e horários específicos ou produtos selecionados).
Para produtos selecionados funciona assim: algumas casas só permitem que você leve o vinho que eles não têm disponível na carta, outras permitem somente espumantes, outras whisky... e por aí vai...
Conheci recentemente o app TAXA DE ROLHA (www.taxaderolha.com.br) que pode nos dizer quais os restaurantes (daqui de BH e de outras grandes cidades do Brasil) que cobram taxa de rolha e qual sua política (endereços, datas, horários, tipos de bebida e valores). 




Assim você fica sabendo antes de sair de casa se vale a pena e não é pego de surpresa...




Um comentário: