segunda-feira, 30 de maio de 2016

PARA ENCERRAR O MÊS, UM TINTO ESPECIAL: FLOR DE MAIO

Hoje venho falar de mais um dos vinhos do Alentejo que provamos no Festival Uaine Night do Projeto Aproxima na Casa Fiat de Cultura aqui em BH. 
O nome é sugestivo e nada mais conveniente para fechar o mês de maio do que o tinto FLOR DE MAIO.




Este rótulo é muito gostoso, suave, delicado, foi um dos meus preferidos... tanto que levei um desse pra casa.
Produzido com as castas Trincadeira, Syrah e Touriga Nacional, ele pertence à Vinícola Portuguesa Alentejana MAGNUM - Carlos Lucas Vinhos.

Degustamos a safra 2014

"A história, que não se apaga, remete esta equipe para a Dão Sul, uma das maiores empresas de vinhos de Portugal, onde era a equipe  de enologia desde o inicio do projeto liderada por Carlos Lucas. Ali foram responsáveis por elaborar vinhos brancos, tintos, rosés e espumantes das mais prestigiadas regiões do país (Dão, Douro, Alentejo, Bairrada, Lisboa e Vinhos Verdes). De entre todos os vinhos produzidos destacam-se as marcas Quinta das Tecedeiras, Quinta do Encontro, Quinta de Cabriz e Casa de Santar. Além dos vinhos portugueses ainda eram responsáveis pela enologia de vinhos no Brasil, na bem conhecida vinícola Rio Sol. São 20 anos de conquistas, criação e inovação." www.winemagnum.com

"A colheita das uvas deste blend harmonioso é feita à mão, e a bebida passa apenas por tanques de aço inox antes de ser engarrafada para que você reconheça as melhores expressões de cada casta no vinho. Do Alentejo, não se espera nada menos que excelência, facilmente percebida neste rótulo tão saboroso e autêntico." www.evino.com.br


É possível encontrar este excelente rótulo por preços que variam de R$ 46,70 a R$ 87,00, dependendo da safra e da loja.
Nunca vi em supermercados aqui em BH, o que tenho em casa comprei na Feira de Vinhos do Alentejo por R$ 40,00. 

Mas encontrei nos sites abaixo:

Ele está disponível também na versão branco com as castas Antão Vaz e Arinto.

quinta-feira, 26 de maio de 2016

ACHADO! PINOT NOIR BRASILEIRO COM PREÇO INCRÍVEL!

Hj a dica é de um achado! Minha amiga Catarina Fürst (@catarinafurst - ela vai estar em uma das próximas edições da coluna “Amigos do Taças”, fiquem ligados!), descobriu essa preciosidade no supermercado e me indicou. É o Santa Colina Pinot Noir.
Um dia desses, depois do trabalho (a Cat trabalha comigo), estávamos muito cansadas e viemos aqui pra casa pra tomar um vinho e comer uns petiscos (azeitonas verdes, queijo minas padrão e amendoim com mel). Aproveitando que ela tinha me indicado esse rótulo e eu tinha ele em casa, foi exatamente o que abrimos.

 

Achei super interessante: suave na medida, aroma e sabor leves. Mais um vinho perfeito pro happyhour. Gostei muito e quero experimentar as outras versões que ele oferece.


Sobre a marca, ele é de uma cooperativa do Rio Grande do Sul chamada Nova Aliança, fundada por várias famílias que mantém a tradição trazida pelos imigrantes italianos.

“A Cooperativa Nova Aliança une a força, a experiência e a solidez de uma história de mais de 80 anos de cinco tradicionais cooperativas vitivinícolas da Serra gaúcha: Cooperativa Aliança e a Cooperativa São Victor, de Caxias do Sul, a Cooperativa São Pedro e a Cooperativa Santo Antônio, de Flores da Cunha, e a Cooperativa Linha Jacinto, de Farroupilha. Juntas, decidiram se transformar em uma única família, reunindo pessoas, valores e histórias para formar a Cooperativa Nova Aliança, que tem a missão de semear um futuro de oportunidades e desenvolvimento com o firme propósito de ser referência em seus segmentos de atuação e reconhecida pela atitude cooperativa e resultados alcançados. A Cooperativa Nova Aliança congrega aproximadamente 900 famílias associadas, distribuídas em três regiões produtoras com distintas características (Terroir), representando o que o país oferece de melhor para o cultivo de videiras: Serra Gaúcha, Encruzilhada do Sul, Sudeste e Campanha Gaúcha.” www.novaalianca.coop.br 

Premiada mundialmente, a Nova Aliança oferece desde os vinhos mais simples e populares aos especiais espumantes. www.novaalianca.coop.br/premiacoes/
Além de uma grande linha de suco de uva integral.

Agora, depois de tanta indicação, tanta recomendação, o melhor ainda está por vir. O preço: R$19,90! Pode acreditar! Encontrei ele no Supermercado Epa Plus no Santa Lúcia aqui em BH por este preço, e vi em vários sites tb. Abaixo alguns deles:

Esse não tem desculpa para não experimentar, não é?

terça-feira, 24 de maio de 2016

TRAPICHE VINEYARDS - DELICIOSO TINTO ARGENTINO

Neste fim de semana fui na casa dos queridos Bia e Waguinho para mais um "Encontro dos Padrinhos", juntamente com os também queridos Keith e Jon.
Amizade de longa data, nossos encontros são sempre assim, regados a muita conversa e comida boa, cerveja pro marido, coca-cola pros meninos (isso mesmo, eles não bebem... rs) e ultimamente muito vinho pras nós garotas!!

Entre os rótulos que tomamos nessa tarde (foram 3: o Chileno Frontera Specialties Tinto, que falamos dele aqui, o Chileno Carménere Singlo de Oro - Santa Helena e o Argentino Trapiche Vineyards)... 





Mas o que mais nos chamou a atenção foi o Cabernet Sauvignon TRAPICHE VINEYARDS que a Keith levou, e é sobre ele que vou falar hoje:


Frutado, saboroso e vivo: é assim que muitos descrevem esse rótulo e eu concordo plenamente. 
Experimentamos o Cabernet Sauvignon da marca, achamos ele bem gostoso, presente porém macio e sutilmente encorpado, ainda mais comparando com os outros que estávamos tomando antes.

De cara percebemos os selos de premiação e em pesquisa descobri:

"TRAPICHE é a vencedora da "Argentine Wine Producer of the Year" por 2 vezes e é membro regular do "Value Brands of the Year" pela Wine & Spirits Magazine." www.winecentral.co.nz

"A vinícola TRAPICHE foi eleita, pela segunda vez consecutiva, a melhor bodega da Argentina em concurso realizado pela IWSC International Wine & Spirit Competition, em Londres."  www.todovino.com.br 


"Trapiche foi uma das primeiras vinícolas argentinas para entrar na cena internacional. Em 1889, a vinícola recebeu seu primeiro prêmio internacional em Paris. Em 1920, duas marcas Trapiche, Fond de Cave e Broquel, começou a cativar os paladares mais exigentes do mundo. A década de 1970 viu um aumento significativo das exportações, tendência que se manteve constante até à data.
É desta forma que Trapiche tornou-se o maior e mais respeitado exportador de vinhos finos da Argentina." www.grapesanalager.com.au 



Os preços que encontrei variam de R$ 34,50 a R$ 59,90 e podem ser encontrados facilmente em diversos sites especializados e também em bons supermercados.

Harmonizamos com petiscos frios: salaminho, azeitona, conserva de pimentas e mini cebolas, queijos... e o principal: um excelente churrasco!!!

Para mais informações: www.trapiche.com.ar 

quarta-feira, 18 de maio de 2016

VINHOS DO ALENTEJO - MONTE VELHO

Hoje vou falar um pouquinho sobre mais um dos vinhos que provei e aprovei com minha irmã no Uaine Night - Vinhos do Alentejo - do Projeto Aproxima aqui em BH.


O MONTE VELHO é um vinho fácil de beber e pela sua simplicidade pode atender a diversos paladares.
É produzido pela HERDADE DO ESPORÃO que está situada na região Alentejana de Portugal (180 Km ao Sul de Lisboa). 
Integrada na rota dos vinhos e na DOC Reguengos Monsaraz, apresenta excelentes condições para agricultura e enoturismo. 
Neste território estão plantadas cerca de 40 castas, 4 variedades de azeitonas, pomares e hortas.


Produção com as uvas: Touriga Nacional, Aragonez, Syrah e Trincadeira.
Aroma de frutas vermelhas e madeira de carvalho, possui estrutura suave de taninos.
Harmoniza bem com pastas, carnes, peixes assados e queijos suaves.

Premiações e pontuações do rótulo:
Wine Advocate de Robert Parker: 85 pontos na safra de 2007.
Wine Spectator: 82 pontos na safra de 2008. 


Os valores variam entre R$ 52,70 e R$ 64,90 no Brasil.
Já em Portugal, os rótulos podem ser encontrados por 4,99 Euros (www.continente.pt).

Encontrei somente 2 sites disponíveis no Brasil:

Em BH existe um Representante da Qualimpor, que pode ser contactado por sallesmoreira@terra.com.br 

"É um vinho composto por uvas de toda a região, fruto de parcerias com mais de 15 anos com fornecedores de várias sub-regiões, que seguem o mesmo Sistema de Produção Integrada pelo qual o Esporão se rege. Estas práticas sustentáveis, entre a quais a abolição do uso de pesticidas e herbicidas, são determinantes na qualidade e fertilidade dos solos, na capacidade de proteção natural da vinha e, consequentemente, na qualidade dos vinhos.

Sempre fiel às suas origens, Monte Velho é o Alentejo num copo, que tem vindo, ao longo dos anos, a afirmar-se como uma referência da região em Portugal e no mundo." www.esporao.com 

Clique aqui para conhecer toda a ficha técnica deste excelente vinho!

segunda-feira, 16 de maio de 2016

DESPRETENSIOSO CARMENÉRE CHILENO - SELECCIÓN TRAVESSIA 2015

Ei pessoal,

Na semana passada tive alguns eventos com amigos e vou postar as dicas dos rótulos que bebemos em cada um. Encontros assim em dia de semana são bons pra colocar o papo em dia e é mais uma desculpa pra tomar uma tacinha de leve, né?

Recebemos o casal querido Huirá e Nayara (nossos padrinhos de casamento) e também o Davi filho deles (meu pagem). Nayara trouxe uma garrafa do Selección Travessia Carmenére 2015 que harmonizamos bem com vários petiscos (queijo parmesão, azeitona, salaminho, calabresa e almondegas com molho BBC) e deu super certo!


Este rótulo é da região chilena Valle Central. Um Carmenére jovem, sabor bem suave, discreto. Foi ótimo para o que queríamos, bom pra beber em dia de semana e relaxar um pouco. Ele é um demi-sec, fica entre em o suave e o seco, mas mais pra seco.


É fácil de achar em supermercados e também em sites. O preço vai de R$25,90 até R$46,00. Além do Carmenére, é possível também encontrar as versões Cabernet Sauvignon e Sauvignon Blanc.

Mais uma excelente pedida para um relax despretensioso com preço acessível. 

quarta-feira, 11 de maio de 2016

VINHOS DO ALENTEJO - HERDADE DE SÃO MIGUEL

No evento UAINE NIGHT - Vinhos do Alentejo que fui com a Laura no mês passado (relembre este post aqui), fizemos a degustação de uma média de 10 rótulos.
Aos poucos falaremos de todos eles aqui no Blog.
Para começar, escolhi o vinho que mais gostei de todos que provamos naquele dia, o HERDADE DE SÃO MIGUEL Colheita Seleccionada


A maioria dos  vinhos que experimentamos nos agradou, mas tivemos nossos preferidos e na minha opinião este foi o melhor.
Produção da CAAR (Casa Agrícola Alexandre Relvas) em Portugal, o Herdade de São Miguel que provamos foi da Safra 2014. As castas que compõe esse rótulo são: Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Syrah e Touriga Nacional.
É armazenado em barricas francesas de carvalho por 6 meses e possui teor alcoólico de 14,2%.
Possui paladar equilibrado, redondo, sabores de frutas vermelhas e notas de especiarias e balsâmico. 



Em pesquisa pelo site www.herdadesaomiguel.com , descobri que as diversas safras ganharam vários prêmios:

AWC - Vienna
Berlin Wein Trophy
Mundus Vini
Asia Wine and Spirits Awards
Além da atribuição de 90 pontos pela Wine Enthusiast


"Entre as belíssimas planícies do Alentejo, encontramos este rótulo fabuloso produzido pela Casa Agrícola Alexandre Relvas, vinícola que surpreende cada vez mais pela qualidade e sabor incomparável de seus vinhos, percebidos neste blend obtido através de uvas cuidadosamente selecionadas. Entregue-se a uma deliciosa degustação com este tinto!" evino.com.br

Em Portugal os preços do Herdade de São Miguel variam, de acordo com safra, entre ‎€4 e ‎€17.
Já no Brasil, a variação está entre R$ 70,00 e R$ 160,00.

Procurei onde comprar deste vinho e encontrei 2 lojas online:
www.sommeliervinhos.com.br

Abaixo alguns rótulos da linha São Miguel:



Para finalizar, achei muito bacana a homenagem deles em Portugal para as mulheres, mães e em apoio à Luta Contra o Câncer de Mama.
A homenagem está no rótulo do Herdade de São Miguel Pink Edition e a campanha conta com a doação de parte da renda das vendas para a APAMCM - Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Câncer de Mama.
Disponível no mercado Europeu a partir de maio/2016.


Quem está de viagem marcada pra lá pode, além de degustar um excelente vinho, ajudar a APAMCM. 



"‎O vinho será comercializado no Continente a €4,99. O valor angariado na venda do “Pink Edition” (1€ por cada garrafa) será doado à APAMCM - Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Câncer de Mama e aplicado na aquisição de materiais consumíveis e descartáveis para a consulta, gratuita e aberta à população, de Rastreio Mamário e Ginecológico que funciona, semanalmente, nas instalações da APAMCM, associação que tem como missão prestar os melhores cuidados de saúde, de forma especializada e inovadora, às mulheres com câncer da mama." www.theredproject.pt 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

FRONTERA SPECIALTIES

Olá!
Hoje viemos falar sobre um vinho que degustamos semana passada e que foi uma boa surpresa.
Andréa estava passeando pela adega de um supermercado aqui em BH e se deparou com um rótulo Chileno todo diferente. Ao ver os rabiscos imaginou: não deve ser boa coisa, está muito "informal..." Mas a curiosidade foi maior e percebeu que se tratava de um exemplar FRONTERA da Concha Y Toro, que é o vinho mais vendido em todo o mundo. Já havíamos experimentado o Frontera nas versões Carmenére e Cabernet Sauvignon, mas esta linha diferente nunca tínhamos visto e nem ouvido falar. 
Para quem ainda não conhecia (como nós), apresentamos o FRONTERA SPECIALTIES:






É claro que fomos pesquisar antes de comprar e lemos notas muito positivas sobre ele.
Se trata de um vinho criado em 2012 para aproximar os jovens do mundo dos vinhos. Ele tem uma aparência divertida e jovem e não tem complicação nenhuma: ou é TINTO ou é BRANCO. Simples assim. Ele não informa casta no rótulo, pois o intuito é descomplicar a escolha.




"Frontera, vinho chileno mais vendido no mundo, amplia sua linha com o lançamento de Frontera Specialties, provindo das diversidades das fronteiras do Chile, que oferecem as melhores condições para a Concha y Toro produzir esse famoso vinho.

Vendido em mais de 120 países, a extensão da linha chega com um novo conceito e novas cepas, para facilitar a escolha do vinho e oferecer experiências prazerosas ao consumidor. O Frontera Specialties é um blend, harmonização especial de diversas uvas, que permite alcançar um sabor único e marcante. Disponível nas versões Tinto e Blanco, foi construído para ser agradável e facilitar a escolha da bebida.

A garrafa foi especialmente desenvolvida, para combinar com o novo conceito proposto, valorizado pelos desenhos em xilogravura. O vinho é representado pelo personagem Señor Meneses. Desenvolvido no Chile, ele apareceu na época das eleições nacionais e foi lançado como candidato, trazendo novas propostas e experiências ao povo, assim como o Frontera Specialties.guiagphr.com.br

Depois de todas essas informações, decidimos comprar para experimentar. Foi bem barato, pagamos R$ 23,90 no Supermercado Dia aqui em BH (UPDATE: hoje, dia 19/05 eu fui no Supermercado D para comprar mais um desse pra levar na casa de uns amigos e o preço estava R$ 37,90!!! Será que o dono do Supermercado D está lendo o Taças Gêmeas e quis correr atrás do prejuízo?? rsrs). Mas verifiquei que por esse preço é só lá mesmo, pois em outros supermercados (inclusive no Mercado Central) os preços variam entre R$ 29,00 e R$ 46,00.

Degustação na casa da Laura

Achamos ele um suave bem gostoso, despretensioso, daquele vinho pra tomar uma tacinha de leve na segunda-feira depois do trabalho, sabe?

No rótulo Chileno diz: Frutal Balanceado (existe o rótulo em inglês: Fruity Smooth Charming), e é bem a descrição desse vinho, pois é um "seco suave", menos tânico, mais agradável pra quem está começando a se interessar pela bebida.

Nosso veredicto: APROVADO!!! Indicamos com certeza! Ainda não provamos o Blanco pois não o encontramos pra comprar. Assim que tivermos uma opinião formada, traremos informações sobre. 

PS: vale ressaltar que, para quem gosta de vinhos mais fortes e encorpados, este rótulo pode não agradar.

Existem ainda edições especiais do Frontera Specialties que foram desenvolvidas para homenagens:

"Em seu esforço por alavancar variedades típicas do Chile ou que tiveram uma origem ótima no nosso território, Specialties – a nova linha de vinhos de Frontera – quis fazer menção especial às castas País e Pedro Jiménez, demonstrando as qualidades enológicas para cada uma delas." conchaytoro.com



Para mais informações sobre os rótulos: 
Site: www.fronteraspecialties.com
Instagram: @fronterawines



sexta-feira, 6 de maio de 2016

HUMOR - CARDÁPIO DIVERTIDO NO ITAIM BIBI EM SP

Ei pessoal, tudo bem?

O post hoje é sobre uma curiosidade que a nossa amiga Bebetta (@elisabetta_sachsida_colombo) mandou dia desses. Ela mora em SP e saiu pra jantar no Vino (Fica no Itaim Bibi | www.restaurantevino.com.br), que é uma mistura de restaurante, wine bar, loja e espaço de eventos. Ao pedir a carta de vinhos ela se deparou com estes textos curiosos, com muito humor, e resolveu compartilhar com a gente.


Se deliciem com esses 4 tipos de “especialistas” em vinho e vejam se conhecem alguém que se encaixa em um desses perfis. A nossa cara!

 
Fotos tiradas do cardápio, enviadas por Elisabetta Colombo.

ENÓFILO
Aparência (como identifica-lo)
Discreto em sua degustação, aproveita consigo mesmo o prazer de estar conhecendo um bom vinho.

Uvas (as preferidas)
Aprecia justamente a diversidade de uvas que existe no mundo dos vinhos. Embora goste de conhecer variados tipos de uva, não esconde seu apreço pelas mais conhecidas como Syrah, Merlot e Cabernet Sauvignon.

Harmonização (onde se comporta melhor)
De um jantar com família a uma degustação formal sabe como se comportar. Tem alguma vantagem em relação aos demais em encontros românticos.

Avaliação (comentários)
Maduro em suas preferências, tem encorpada paixão por vinhos e intenso brilho nos olhos ao falar sobre o tema.

ENOCHATO
Aparência (como identifica-lo)
Com ar de intelectual, sugere ser um grande entendedor, exibindo seus conhecimentos com espalhafatosa veemência.

Uvas (as preferidas)
Uvas como a Gewürztraminer, explicando que é uma variedade superior da Tramina vinda do nordeste francês na fronteira com a Alemanha. Que “Gewürz” significa aromático e “würz” especiarias.

Harmonização (onde se comporta melhor)
Costuma ser bem-vindo por outros enochatos. Afinal, todos estão querendo falar sobre o mesmo assunto a noite toda.

Avaliação (comentários)
De forte persistência e fluidez xaropista, apresenta um bouquet de envelhecidas ameixas havaianas pisadas por elefantes surdos, que só ele mesmo conhece.

ÉBRIO
Aparência (como identifica-lo)
Com a roupa levemente desalinhada e o sorriso um tanto frouxo, está frequentemente completando a sua taça.

Uvas (as preferidas)
Ele tem uma uva de sua preferência, e costuma dar prioridade à ela na escolha de seus vinhos mas, depois da última taça, esqueceu completamente como ela se chama.

Harmonização (onde se comporta melhor)
Perfeito para qualquer situação. Ele conversa com todos: do enófilo ao enoleigo, do sommelier ao arranjo de flores que estava em cima da mesa.

Avaliação (comentários)
Doce, de pouco equilíbrio e tonalidade rosada, conquista pela simpatia e generosidade.

ENOLEIGO
Aparência (como identifica-lo)
Segura a taça sem cerimônia, pula etapas da degustação e visivelmente está feliz por dividir uma boa garrafa de vinho.

Uvas (as preferidas)
Importa-se muito mais com a companhia e o sabor do vinho do que com uvas e safras, prefere deixar essas preocupações para os especialistas. Por isso, se pego de surpresa, poderá responder que suas uvas favoritas são Rubi e Itália.

Harmonização (onde se comporta melhor)
Combina com momentos descontraídos em que o vinho é parte do programa, não o protagonista. Sem preconceitos, harmoniza perfeitamente com indicações e novidades.

Avaliação (comentários)
Leve ao tratar de vinhos e transparente quanto ao que lhe interessa e encanta: o simples prazer de apreciar um bom vinho com os amigos.

Ah, hj é aniversário do nosso pai! Feliz aniversário Sr Fran, te amamos muito!

Bom fim de semana! Cheers! 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

AS 10 PRINCIPAIS UVAS TINTAS DO MUNDO

Há quem diga que, mesmo se você viver 100 anos e tomar um vinho diferente a cada dia, é provável que você não tenha conhecido todos do mundo.

É uma infinidade de castas que existem em todo mundo e, para melhorar,  ainda existem inúmeras combinações entre elas para a produção dos melhores vinhos.

só para ter uma ideia da quantidade de uvas...

Mas cada pessoa tem a sua preferência e é claro que existem as principais, aquelas que eu e você com certeza já ouvimos falar e já provamos também.

Aqui vamos falar um pouquinho sobre as 10 uvas tintas mais conhecidas no mundo:



CABERNET SAUVIGNON
É a "Rainha das Uvas"! Talvez a mais conhecida, é cultivada em praticamente todos os países produtores de vinhos. Dela sai um vinho intenso, forte, com bastante tanino. As características são os aromas de ameixa preta, madeira, mas principalmente o aroma semelhante ao do pimentão.

CABERNET FRANC
É a "irmã" mais suave da Sauvignon. Usada na maioria das vezes em cortes (complementando outras uvas) na produção de vinhos. Durante sua maturação, se houver excesso de frio produz vinhos pálidos e de sabores fracos. Com calor demais, provoca sabores e aromas excessivamente herbáceos e vegetais.

SYRAH
Também conhecida como Shiraz (principalmente na Austrália), a Syrah faz vinhos densos, ricos, fortes, com bastante álcool e com um toque apimentado que é a característica dela.
Os principais aromas a serem encontrados num vinho Syrah são: cerejas pretas, ameixas, damascos, pimenta preta, alcaçuz, gengibre, chocolate preto.

PINOT NOIR
Uma das mais famosas, é a uva da Borgonha (França)
Em geral o vinho tem uma cor um pouco mais leve, mais translúcido, mas não é uma uva leve. É utilizada na produção dos melhores champanhes e vinhos espumantes também.
Tem aromas de framboesa, morango, cereja e grãos de café.



CARMENERE
Também originária da França, é uma uva que "se encontrou" no terroir Chileno. É a "uva do Chile". Praticamente todos os produtores de lá produzem vinhos com ela. A principal característica é sua simplicidade, que agrada a maioria das pessoas, principalmente aqueles que estão começando a conhecer o mundo dos vinhos. Há quem odeie esta casta, sentindo o paladar "aguado", mas aí caímos na famosa regra de que "gosto não se discute".

MERLOT
Originária da região de Bordeaux (França), porém cultivada em vários outros países, a uva Merlot possui coloração violeta e apresenta aroma bastante suave, que pode lembrar alecrim, canela, noz-moscada e jabuticaba.

MALBEC
É a uva mais famosa da Argentina, mas o que muita gente não sabe é que ela é originária do sudoeste da França. Porém foi na Argentina que melhor se desenvolveu (em função do clima desértico de Mendoza) e ganhou notoriedade mundial. Os aromas mais típicos são os de frutas vermelhas misturadas com violeta. Se passar por madeira fica ainda mais intenso e, para quem gosta de uma boa carne, é uma excelente combinação.

TEMPRANILLO
A Laura já falou anteriormente do seu favorito, o Espanhol Toro Loco Tempranillo, aqui
Em geral, esta casta produz um vinho tinto com acidez e teor alcoólico de nível médio, textura macia e deliciosamente elegante. É produzido não só na Espanha, mas em vários países inclusive no Brasil.



TANNAT
A uva Tannat é a famosa do Uruguai. Ela combina perfeitamente com uma boa carne, principalmente das mais gordurosas (bife ancho, por exemplo), pois muitas vezes ela dá aquela sensação adstringente, de boca seca, por ser mais tânica. 

PRIMITIVO
A uva Primitivo, que também é conhecida como Zinfandel, é uma uva da região da Puglia, no sul da Itália, mas também está presente em vinhos da Califórnia, nos EUA. Apresenta aromas de baunilha e chocolate e acompanha bem queijos, massas e um bom churrasco.

Referências: clubedosvinhos.com.br, sobrevinho.net, papodehomem.com.br, guiadovinho.com.br

segunda-feira, 2 de maio de 2016

"UAINE" NIGHT - PROJETO APROXIMA

Os eventos do Projeto Aproxima, já famoso em BH, não costumam decepcionar.
Este que aconteceu dia 28/04 então, superou as nossas expectativas.
Fomos conferir o UAINE NIGHT, que como o próprio nome diz (em um típico dialeto mineiro), foi a noite do vinho!



O Projeto Aproxima, em parceria com os Vinhos do Alentejo, fez um charmoso happy hour com direito a excelentes vinhos portugueses, banda de jazz e comida boa na Casa Fiat de Cultura.

No início da noite despencou uma generosa chuva aqui em BH, mas isso não desanimou os amantes de um bom vinho e a festa foi um sucesso.



A decoração típica das feirinhas do Aproxima incluía tendas, luzes, mesas e cadeiras de boteco, mesas altas de madeira para apoiar as taças, além dos bancos no melhor estilo pic nic.

Chegando lá compramos nossas taças e fomos provar os vinhos. As opções eram comprar uma garrafa inteira (que estavam com um preço ótimo, preço de loja, entre R$ 40,00 e R$ 160,00) ou comprar uma taça (média de R$ 10,00 a R$ 18,00 cada).

Fizemos as degustações de vários rótulos e ainda levamos alguns pra casa.








Chuva, vinho e jazz (Banda Bagatellas) foi a combinação perfeita para essa noite.


E nós adoramos!!! Quando será a próxima?




Para mais informações sobre os vinhos e para saber onde comprar:

www.esporao.com
www.vinhosite.com.br
www.herdadesaomiguel.com
www.sommeliervinhos.com.br
www.superadega.com.br
www.wine.com.br