quarta-feira, 4 de maio de 2016

AS 10 PRINCIPAIS UVAS TINTAS DO MUNDO

Há quem diga que, mesmo se você viver 100 anos e tomar um vinho diferente a cada dia, é provável que você não tenha conhecido todos do mundo.

É uma infinidade de castas que existem em todo mundo e, para melhorar,  ainda existem inúmeras combinações entre elas para a produção dos melhores vinhos.

só para ter uma ideia da quantidade de uvas...

Mas cada pessoa tem a sua preferência e é claro que existem as principais, aquelas que eu e você com certeza já ouvimos falar e já provamos também.

Aqui vamos falar um pouquinho sobre as 10 uvas tintas mais conhecidas no mundo:



CABERNET SAUVIGNON
É a "Rainha das Uvas"! Talvez a mais conhecida, é cultivada em praticamente todos os países produtores de vinhos. Dela sai um vinho intenso, forte, com bastante tanino. As características são os aromas de ameixa preta, madeira, mas principalmente o aroma semelhante ao do pimentão.

CABERNET FRANC
É a "irmã" mais suave da Sauvignon. Usada na maioria das vezes em cortes (complementando outras uvas) na produção de vinhos. Durante sua maturação, se houver excesso de frio produz vinhos pálidos e de sabores fracos. Com calor demais, provoca sabores e aromas excessivamente herbáceos e vegetais.

SYRAH
Também conhecida como Shiraz (principalmente na Austrália), a Syrah faz vinhos densos, ricos, fortes, com bastante álcool e com um toque apimentado que é a característica dela.
Os principais aromas a serem encontrados num vinho Syrah são: cerejas pretas, ameixas, damascos, pimenta preta, alcaçuz, gengibre, chocolate preto.

PINOT NOIR
Uma das mais famosas, é a uva da Borgonha (França)
Em geral o vinho tem uma cor um pouco mais leve, mais translúcido, mas não é uma uva leve. É utilizada na produção dos melhores champanhes e vinhos espumantes também.
Tem aromas de framboesa, morango, cereja e grãos de café.



CARMENERE
Também originária da França, é uma uva que "se encontrou" no terroir Chileno. É a "uva do Chile". Praticamente todos os produtores de lá produzem vinhos com ela. A principal característica é sua simplicidade, que agrada a maioria das pessoas, principalmente aqueles que estão começando a conhecer o mundo dos vinhos. Há quem odeie esta casta, sentindo o paladar "aguado", mas aí caímos na famosa regra de que "gosto não se discute".

MERLOT
Originária da região de Bordeaux (França), porém cultivada em vários outros países, a uva Merlot possui coloração violeta e apresenta aroma bastante suave, que pode lembrar alecrim, canela, noz-moscada e jabuticaba.

MALBEC
É a uva mais famosa da Argentina, mas o que muita gente não sabe é que ela é originária do sudoeste da França. Porém foi na Argentina que melhor se desenvolveu (em função do clima desértico de Mendoza) e ganhou notoriedade mundial. Os aromas mais típicos são os de frutas vermelhas misturadas com violeta. Se passar por madeira fica ainda mais intenso e, para quem gosta de uma boa carne, é uma excelente combinação.

TEMPRANILLO
A Laura já falou anteriormente do seu favorito, o Espanhol Toro Loco Tempranillo, aqui
Em geral, esta casta produz um vinho tinto com acidez e teor alcoólico de nível médio, textura macia e deliciosamente elegante. É produzido não só na Espanha, mas em vários países inclusive no Brasil.



TANNAT
A uva Tannat é a famosa do Uruguai. Ela combina perfeitamente com uma boa carne, principalmente das mais gordurosas (bife ancho, por exemplo), pois muitas vezes ela dá aquela sensação adstringente, de boca seca, por ser mais tânica. 

PRIMITIVO
A uva Primitivo, que também é conhecida como Zinfandel, é uma uva da região da Puglia, no sul da Itália, mas também está presente em vinhos da Califórnia, nos EUA. Apresenta aromas de baunilha e chocolate e acompanha bem queijos, massas e um bom churrasco.

Referências: clubedosvinhos.com.br, sobrevinho.net, papodehomem.com.br, guiadovinho.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário